Em síntese: A boa notícia é que a classe média mundial está aumentando, e milhões de pessoas estão saindo da pobreza. A má notícia: a desigualdade na distribuição das riquezas dentro dos países, nos mundos industrializado e em desenvolvimento, está na verdade piorando. Enquanto isso, muitas pessoas (23 milhões em 2017 apenas) já estão sendo deslocadas por catástrofes naturais agravadas pelos efeitos da mudança climática. Embora inúmeras parcerias público-privadas tenham sido formadas para lidar com esses problemas, mais deve ser feito para reestruturar a finança de desenvolvimento de tal forma que a torne mais atraente para uma gama maior de investidores. Excluir as pessoas dos benefícios do crescimento econômico pode prejudicar a sustentabilidade desse crescimento, e não enfrentar questões ambientais graves, como ameaças à biodiversidade e aos recursos naturais, é uma fórmula para o desastre.

SEGURANÇA DO
MEIO AMBIENTE

INVESTIMENTO NO
DESENVOLVIMENTO

MOBILIZAÇÃO QUE
CAUSA IMPACTO

CONSTRUINDO+
INDÚSTRIAS SUSTENTÁVEIS